Economia

Sindicombustíveis culpa ‘perversidade’ do governo Temer pela elevação da gasolina

Walter Tannus Freitas ressaltou que, por causa da política de preço da Petrobras, muitos empresários do setor fecharam as portas dos postos de gasolina

[Sindicombustíveis culpa ‘perversidade’ do governo Temer pela elevação da gasolina]
Foto : Divulgação/Flickr

Por Alexandre Galvão/Rodrigo Daniel Silva no dia 03 de Maio de 2018 ⋅ 18:59

O presidente do Sindicombustíveis (Sindicato de Combustíveis) da Bahia, Walter Tannus Freitas, culpou, hoje (3), a “perversidade” do governo do presidente Michel Temer (MDB) pela elevação da gasolina. O preço do produto, que estava em R$ 3,70 na capital baiana, saltou para R$ 4,60 ontem (2).

“Uma empresa do tamanho da Petrobras, que tem o monopólio, pode agir assim [reajustando o valor do combustível diariamente]? O que o governo Temer vem fazendo é de uma perversidade com a população. Inclusive, com os empresários”, afirmou, em entrevista ao Metro1.

De acordo com o chefe do Sindicombustíveis, só hoje a gasolina teve reajuste de 1,7% nas  refinarias. Antes, as alterações do preço, segundo ele, ocorriam  em “período mais longo” o que retardava a mudança do valor nas bombas.

Tannus ressaltou que, por causa da política de preço da Petrobras, muitos empresários do setor estão fecharam as portas.

 

Notícias relacionadas

[Comércio varejista cresce 1% em julho, diz IBGE]
Economia

Comércio varejista cresce 1% em julho, diz IBGE

Por Juliana Rodrigues no dia 11 de Setembro de 2019 ⋅ 13:20 em Economia

Segundo dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), sete das oito atividades pesquisadas tiveram alta nas vendas