Economia

Justiça manda de novo governo readmitir 1,7 mil funcionários dispensados da Ebal

A decisão é da desembargadora Graça Bonnes, que acatou pedido do Ministério Público do Trabalho

[Justiça manda de novo governo readmitir 1,7 mil funcionários dispensados da Ebal]
Foto : Adenilson Nunes/Agecom

Por Metro1 no dia 06 de Maio de 2018 ⋅ 11:00

O Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região determinou que o governo do Estado readmita os 1,7 mil funcionários dispensados da Ebal (Empresa Baiana de Alimentos). A decisão é da desembargadora Graça Bonnes, que acatou pedido do Ministério Público do Trabalho.

O MPT já havia obtido liminar (decisão provisória) neste sentido, em dezembro passado. A readmissão é diferente da reintegração. Readmissão ocorre sem o pagamento do tempo em que o empregado ficou afastado. O funcionário volta a receber e a ter os benefícios ,como plano de saúde e previdência, enquanto ocorrerem as negociações. 

Associação de empregados, sindicato, Ebal e o Governo do Estado deverão agora sentar-se à mesa para negociar um acordo coletivo para a demissão em massa, com a oferta de garantias extras para os demitidos.

Notícias relacionadas

[Comércio varejista cresce 1% em julho, diz IBGE]
Economia

Comércio varejista cresce 1% em julho, diz IBGE

Por Juliana Rodrigues no dia 11 de Setembro de 2019 ⋅ 13:20 em Economia

Segundo dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), sete das oito atividades pesquisadas tiveram alta nas vendas