Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Economia

Após dois anos de queda, Brasil cria 221 mil empregos formais

Dados do Ministério do Trabalho também apontam que, apesar do resultado positivo, o mercado ainda não está totalmente recuperado

[Após dois anos de queda, Brasil cria 221 mil empregos formais]
Foto : Marcos Santos/USP Imagens

Por Juliana Rodrigues no dia 29 de Setembro de 2018 ⋅ 12:30

O emprego formal no Brasil voltou a registrar crescimento em 2017, após duas grandes quedas consecutivas, segundo o Ministério do Trabalho. O saldo registrado foi de 221 mil novos postos de trabalho nos setores público e privado.

No total, o estoque de vínculos trabalhistas formais fechou o ano passado em 46,3 milhões de empregos. A alta é puxada pelos setores de serviços, administração pública e agropecuária.

O saldo positivo, no entanto, não representa uma recuperação do mercado de trabalho em relação a anos anteriores. Em 2015 e 2016, o Brasil perdeu 1,5 milhão e 2 milhões de empregos formais, respectivamente. O estoque de vagas de trabalho em 2017 se manteve inferior ao de períodos anteriores, como 2013 (48,9 milhões), 2014 (49,5 milhões) e 2015 (48 milhões).

Notícias relacionadas