Economia

Goldfajn permanece à frente do BC até que Campos Neto seja apreciado pelo Senado

Atual presidente da autoridade monetária disse que vai se afastar do cargo por motivos pessoais e elogiou o sucessor

[Goldfajn permanece à frente do BC até que Campos Neto seja apreciado pelo Senado]
Foto : Marcelo Camargo / Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 15 de Novembro de 2018 ⋅ 16:30

O presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, se manifestou hoje (15) sobre a indicação do economista Roberto Campos Neto para suceder-lhe no cargo em 2019. Em nota, Goldfajn informou que vai se afastar por motivos pessoais e que fica à frente da autoridade monetária até que o Senado aprove o nome do sucessor, o que deve levar alguns meses. 

No comunicado, Goldfajn disse que o futuro presidente do BC é um "profissional experiente e reconhecido, com ampla visão sobre o sistema financeiro e a economia nacional e internacional". O atual presidente da autoridade monetária ainda afirmou que Campos Neto poderá contar com seu apoio e confiança.

Notícias relacionadas