Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Economia

Azul desiste de comprar parte da Avianca

Companhia ainda acusa rivais de protecionismo

[Azul desiste de comprar parte da Avianca]
Foto : Divulgação

Por Kamille Martinho no dia 18 de Abril de 2019 ⋅ 16:20

O presidente-executivo da companhia aérea Azul, John Rodgerson, anunciou hoje (18) que desistiu de comprar parte das operações da Avianca. Ele também acusou as rivais Gol e Latam de agirem para evitar a concorrência da ponte aérea São Paulo-Rio de Janeiro, a mais cobiçada do país. 

— É uma pena o que os nossos concorrentes estão fazendo, tentando evitar a concorrência na ponte aérea partindo de Congonhas, porque quem vai sair perdendo é o consumidor — disse Rodgerson.

No mês passado, a Azul assinou um acordo não vinculante de US$ 105 milhões para compra de ativos da Avianca Brasil. No começo do mês a Avianca conseguiu sinal verde de seus credores para colocar em prática seu plano de recuperação.

Notícias relacionadas