Economia

Petroleiros marcam protesto contra a venda da Refinaria Landulpho Alves

Sindicato alerta que venda trará graves impactos à economia baiana, principalmente na geração de empregos

[Petroleiros marcam protesto contra a venda da Refinaria Landulpho Alves]
Foto : Divulgação/Petrobras

Por Juliana Almirante no dia 29 de Abril de 2019 ⋅ 11:40

O anúncio de venda da Refinaria Landulpho Alves (RLAM), em São Francisco do Conde, provocou reação do Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindipetro), que marcou um protesto para esta terça-feira (30). 

A categoria vai aderir ao ato nacional dos trabalhadores da Petrobras, contra a venda da RLAM e outras sete refinarias. 

A manifestação tem também o objetivo de denunciar os prejuízos para o Brasil com a política de preços de combustíveis adotada pela empresa, de reajuste com maior periodicidade.

Na Bahia, o ato vai acontecer, a partir das 7h, em frente à RLAM.

Para o sindicato, a venda dos ativos significa "um ataque à soberania nacional e a autonomia do país em relação ao processamento de derivados de petróleo, colocando um setor estratégico da economia do país nas mãos de empresas estrangeiras".

"No caso da RLAM – a primeira do Sistema Petrobrás e a segunda do país em capacidade de processamento -, a venda trará graves impactos à economia baiana, principalmente na geração de empregos, pois a tendência de qualquer empresa multinacional, que só visa o lucro, é diminuir o número de empregados. Em consequência, aumenta também o risco operacional e ambiental, pois os trabalhadores que permanecem na empresa ficam sobrecarregados, realizando sozinhos, o trabalho de dois ou mais funcionários", diz a nota do Sindipetro.

A direção do Sindipetro critica ainda a mudança na política de preços da estatal, que passou a acompanhar o preço internacional do barril do petróleo, o que resulta em aumentos sucessivos da gasolina, do diesel e do gás de cozinha. 

Notícias relacionadas

[Setor de serviços cai 0,2% em agosto, diz IBGE]
Economia

Setor de serviços cai 0,2% em agosto, diz IBGE

Por Juliana Rodrigues no dia 11 de Outubro de 2019 ⋅ 11:20 em Economia

Índice representa o quinto resultado negativo registrado em 2019 e foi puxado pela queda nas atividades ligadas aos transportes

[Vendas do varejo caem -1,0% de julho para agosto na Bahia]
Economia

Vendas do varejo caem -1,0% de julho para agosto na Bahia

Por Juliana Almirante no dia 10 de Outubro de 2019 ⋅ 12:40 em Economia

Resultado foi alcançado na série livre de influências sazonais, depois do crescimento de 2,4% que havia sido registrado na passagem entre junho para julho