Economia

Guedes diz que governo é liberal e não aumentará impostos

O ministro ainda disse que quem decidirá quando o projeto de reforma tributária e o pacto federativo serão enviados ao Congresso será o “timing político”.

[Guedes diz que governo é liberal e não aumentará impostos]
Foto : Valter Campanato/Agência Brasil

Por Aline Reis no dia 01 de Maio de 2019 ⋅ 13:00

O ministro da Economia, Paulo Guedes, garantiu que não haverá aumento de impostos, confirmando o posicionamento do presidente Jair Bolsonaro (PSL). A decisão contraria o secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra, que tinha dito que até os dízimos seriam tributados.

“Nós somos liberais e os liberais não aumentam impostos, eles simplificam, reduzem ou fazem substituição tributária”, afirmou Guedes ao deixar um restaurante em Brasília, onde almoçou com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Ele disse que Cintra se referia a um futuro próximo. “Num futuro próximo nós gostaríamos de desonerar totalmente a folha de pagamentos. Nesse esforço de desoneração uma das considerações alternativas é o imposto sobre pagamentos que o Marcos Cintra namora. Eu preferia que ele tivesse falado que os bandidos vão pagar, os traficantes vão pagar. Ele falou logo em igreja, ele deu azar. [Afetará] todo mundo que faça pagamentos. É evidente que as igrejas vão manter a imunidade que tem”, amenizou o ministro.

Ele destacou que a desoneração trará “um choque de empregos”. “Você vai gerar 2, 3, 4, 5 milhões de empregos em 1 ano, um ano e meio”, assegurou.

Segundo Guedes, quem decidirá quando o projeto de reforma tributária e o pacto federativo serão enviados ao Congresso será o “timing político”.

Notícias relacionadas