Economia

Bahia fecha mais de 32 mil empregos formais em meio à pandemia do coronavírus

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia apontam que quase 30% das vagas fechadas foram no setor de comércio

[Bahia fecha mais de 32 mil empregos formais em meio à pandemia do coronavírus]
Foto : Marcos Santos/USP Imagens

Por Juliana Rodrigues no dia 27 de Maio de 2020 ⋅ 13:20

A Bahia fechou 32.482 postos de trabalho no mês de abril, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia, divulgados hoje (27). O resultado acompanha a queda observada no país inteiro. No total, a economia brasileira fechou 860.503 empregos com carteira assinada no mesmo mês, em meio à crise provocada pela pandemia do coronavírus. Foi o pior mês de abril em 29 anos para o emprego formal no Brasil.

Em janeiro, o estado havia aberto 859 postos de trabalho, enquanto em fevereiro foram 6.166. No mẽs seguinte, foram 12.922 vagas a menos. O setor que registrou maior número absoluto de postos fechados foi o do comércio, com 9.582 a menos, seguido pelos serviços de alojamento e alimentação (-7.362) e pelo segmento de construção (-5.585).

Em Salvador, foram fechados 10.401 postos de trabalho em abril. Para fins de comparação, a capital baiana teve abertura de 427 vagas com carteira assinada em janeiro e 900 em fevereiro. As demissões já começaram em março, com o fechamento de 4.669 postos.

Notícias relacionadas