Economia

Guedes defende saída da 'letargia econômica' em dois estágios

Para o ministro no início da crise provocada pelo novo coronavírus, as ações se concentraram na questão da saúde, “a primeira onda que o país precisou enfrentar. Agora, a segunda onda é a econômica”

[Guedes defende saída da 'letargia econômica' em dois estágios]
Foto : Anderson Riedel/PR

Por Luciana Freire no dia 29 de Maio de 2020 ⋅ 14:40

O ministro da Economia Paulo Guedes, defendeu hoje (29) que o país deve sair da “letargia econômica” em dois estágios, após a economia ter sido “atingida fortemente” pela pandemia de covid-19. Primeiro é o retorno seguro ao trabalho, depois é seguir na agenda de reformas, afirmou o ministro em debate promovido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Para Guedes no início da crise provocada pelo novo coronavírus, as ações se concentraram na questão da saúde, “a primeira onda que o país precisou enfrentar. Agora, a segunda onda é a econômica”.

Guedes revelou que em uma reunião realizada ontem (28) com integrantes da Casa Civil e dos ministérios da Economia e da Saúde, foram analisados protocolos de retorno ao trabalho adotados no mundo.

“Imagino que o retorno ao trabalho será segmentado. Não vai ser todo mundo ao mesmo tempo. Será por unidades geográficas. Há regiões onde o índice de contágio está sendo menor. Nas regiões com maior densidade demográfica, o risco de contágio é maior. Então tudo isso vai ser exatamente examinado daqui para frente. Todo mundo já está examinando e analisando esses relatórios para um retorno seguro ao trabalho ali a frente, quando a saúde permitir e der o sinal que está na hora de avançar”, disse.

 

Notícias relacionadas