Economia

Auxílio Emergencial: Caixa inicia pagamento a 31 milhões de trabalhadores neste sábado

Ao todo, será disponibilizado um montante de R$ 19,7 bilhões

[Auxílio Emergencial: Caixa inicia pagamento a 31 milhões de trabalhadores neste sábado]
Foto : Agência Senado

Por Metro1 no dia 27 de Junho de 2020 ⋅ 09:30

A Caixa Econômica Federal (CEF) inicia hoje (27) o pagamento do Auxílio Emergencial a mais 31 milhões de beneficiários para ajudar as pessoas atingidas pela pandemia de coronavírus que receberam a primeira parcela até o dia 30 de abril e não fazem parte do calendário do Bolsa Família. Ao todo, será disponibilizado um montante de R$ 19,7 bilhões.

Também neste sábado, a Caixa realizará o pagamento de novo lote da segunda parcela do Auxílio Emergencial. São 8,7 milhões de beneficiários, do lote 2, com crédito da parcela 1 realizado entre 16/05 e 29/05, que receberão um montante de R$ 5,5 bilhões em benefícios. Também nesse dia, o banco creditará o quarto lote da parcela 1 do Auxílio Emergencial para 1,1 milhão de beneficiários. No total, a Caixa disponibilizará, no lote 4, cerca de  R$ 700 milhões. 

Segundo o presidente Pedro Guimarães, com o anúncio deste novo calendário, 120 milhões de cidadãos serão atendidos pela Caixa nos próximos meses, se considerarmos, além do Auxílio Emergencial, o Saque Emergencial FGTS e o Benefício Emergencial (BEm). “A CAIXA, agente financeiro do maior programa de pagamentos e inclusão bancária do país, vai atender mais da metade da população, reforçando sua missão social como banco de todos os brasileiros”, explica.

A exemplo do que foi realizado no calendário da segunda parcela do Auxílio Emergencial, os valores de R$ 600 e R$ 1.200 serão creditados na Conta Poupança Social Digital da Caixa, de maneira escalonada conforme o mês de aniversário do beneficiário.

Segundo o banco, crédito das parcelas para compras com o cartão de débito virtual ou por meio de maquininhas em lojas físicas (QR Code) será antecipado. Também será possível realizar o pagamento de boletos e concessionárias. A prioridade do banco é manter o atendimento digital, de forma a evitar aglomerações de pessoas nos pontos de atendimento, seguindo os protocolos de prevenção do período de pandemia.

Confira:

 

Notícias relacionadas