Economia

Pedidos de empréstimo ao setor elétrico somam R$ 14,8 bilhões, diz Aneel

No total, 50 das 53 distribuidoras do país aderiram ao socorro; empréstimo será pago com recursos que virão de um encargo a ser cobrado nas contas de luz a partir de 2021

[Pedidos de empréstimo ao setor elétrico somam R$ 14,8 bilhões, diz Aneel]
Foto : Beth Santos / Secretaria-Geral da PR

Por Luciana Freire no dia 06 de Julho de 2020 ⋅ 16:20

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) divulgou hoje (6) que a ajuda às distribuidoras de energia deve somar R$ 14,8 bilhões. A informação foi divulgada pelo portal G1. 

A maior parte desses recursos vai servir para cobrir um buraco financeiro no setor elétrico causado pela queda no consumo de energia e aumento da inadimplência durante a pandemia do coronavírus.

No total, 50 das 53 distribuidoras do país aderiram ao socorro. Segundo a Aneel, agora, as empresas assinarão o contrato e os valores começarão a ser liberados até o final do mês de julho. 

Não pediram o empréstimo as empresas: Cooperaliança e João Cesa, que atendem em Santa Catarina, e a Forcel, do Paraná.

O empréstimo será pago com recursos que virão de um encargo a ser cobrado nas contas de luz a partir de 2021.

Notícias relacionadas