Economia

Após disparada de casos de Covid-19, preços do petróleo caem

Outro fator que influenciou na queda da commodity foram as crescentes tensões dos Estados Unidos e da Europa com a China

[Após disparada de casos de Covid-19, preços do petróleo caem]
Foto : Alexandre Brum/Petrobras

Por Luciana Freire no dia 13 de Julho de 2020 ⋅ 21:00

Os preços do petróleo recuaram cerca de 1% hoje (13), diante de um recorde diário na contagem de novos casos de coronavírus no mundo, o que amplia os temores de novos lockdowns. Outro fator que influenciou na queda da commodity foram as crescentes tensões dos Estados Unidos e da Europa com a China. A informação foi divulgada pelo portal G1.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) reportou mais de 230 mil novos casos de coronavírus ontem (12), um recorde diário.

Nos EUA, as infecções dispararam no final de semana, com a Flórida reportando mais de 15 mil casos em 24 horas, recorde para qualquer estado do país.

Os contratos futuros do petróleo Brent fecharam em queda de 0,52 dólar, ou 1,2%, a US$ 42,72 por barril, enquanto o petróleo dos EUA recuou 0,45 dólar, ou 1,1%, para US$ 40,10 o barril.

Enquanto isso, a China anunciou sanções contra os EUA nesta segunda-feira, depois de autoridades de Washington penalizarem autoridades seniores do país asiático pelo tratamento a muçulmanos uigures.

Notícias relacionadas

[Dólar tem nova alta e é cotado a R$ 5,58]
Economia

Dólar tem nova alta e é cotado a R$ 5,58

Por Luciana Freire no dia 23 de Setembro de 2020 ⋅ 19:30 em Economia

Temores sobre a retomada de lockdowns nas principais economias do mundo influenciaram o mercado; moeda norte-americana teve alta de 2,16%