Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Quarta-feira, 10 de julho de 2024

Home

/

Notícias

/

Esportes

/

Após 22 edições de Copa, pela primeira vez uma mulher será árbitra central em um jogo do Mundial

Esportes

Após 22 edições de Copa, pela primeira vez uma mulher será árbitra central em um jogo do Mundial

Quem realizará este feito histórico será a francesa Stéphanie Frappart, que contará com a assistência da árbitra brasileira Neuza Back

Após 22 edições de Copa, pela primeira vez uma mulher será árbitra central em um jogo do Mundial

Foto: Reprodução/ Liamara Polli / CBF

Por: Metro1 no dia 29 de novembro de 2022 às 19:05

Pela primeira vez, após 92 anos desde a primeira edição da Copa, uma mulher será árbitra central durante uma partida do campeonato mundial. Quem realizará este feito histórico é a francesa Stéphanie Frappart, no jogo desta quinta-feira (1°) entre Costa Rica e Alemanha.

Além disso, a equipe de arbitragem, que normalmente é composta por três profissionais além do árbitro central, contará com outras duas mulheres como assistentes: a brasileira Neuza Back e a mexicana Karen Diaz Medina. O quarto integrante é o hondurenho Said Martínez.

A representante do Brasil, Neuza Back, tem um currículo de peso. A árbitra alcançou a marca de mais de 100 participações em jogos da série A no Campeonato Brasileiro de Futebol; fez parte da primeira equipe de arbitragem feminina na Libertadores e trabalhou nas olimpíadas do Rio e do Japão, de 2016 e 2020, respectivamente.