Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Sábado, 15 de junho de 2024

Home

/

Notícias

/

Esportes

/

Bahia está entre as oito maiores torcidas do Brasil, aponta levantamento da Quaest

Esportes

Bahia está entre as oito maiores torcidas do Brasil, aponta levantamento da Quaest

Rogério Ceni também apareceu no ranking de melhores técnicos do Brasil

Bahia está entre as oito maiores torcidas do Brasil, aponta levantamento da Quaest

Foto: Tiago Caldas /EC Bahia

Por: Metro1 no dia 17 de maio de 2024 às 16:59

A torcida do Tricolor baiano segue entre as dez maiores do país. Um levantamento realizado pela Quaest para as redes CNN e Itatiaia apontou que o Bahia, junto com o Borafogo e o Sport, tem a oitava maior torcida do país, somando cada um 2% dos votos dos torcedores brasileiros.

Em primeiro lugar no ranking de torcidas segue o Flamengo, com 25% dos votos dos torcedores. Corinthians (17%), Palmeiras (10%), São Paulo (9%) e Vasco (5%) completam o top 5. Atlético Mineiro, Cruzeiro e Grêmio aparecem juntos em sétimo, com 4% cada um, e Internacional e Santos, em oitavo, com 3%. O Vitória não apareceu no ranking da Quaest.

Comparado à pesquisa do ano passado, o Bahia segue na mesma posição. Houve mudança basicamente com Vasco, que mesmo caindo para Série B saiu da posição para a 5ª, e o Grêmio que subiu da 7ª para a 6º colocação. Os mineiros Galo e Cruzeiro, que estavam empatados na 5ª, foram juntos para o 6º lugar no ranking de torcidas. 
A pesquisa, intitulada O Maior Raio-X do Torcedor, ouviu, entre 27 de abril e 1º de maio, 6.373 pessoas no total, entre elas, 5.023 foram entrevistas aprofundadas com torcedores de 278 cidades. A margem de erro estimada é de 1,4 ponto porcentual, com nível de confiabilidade de 95%.

A Quaest perguntou também aos entrevistados a opinião deles sobre o melhor técnico do futebol brasileiro. Abel Ferreira, do Palmeiras, foi apontado como o melhor por 28% dos torcedores. Tite, do Flamengo, e Renato Gaúcho, do Grêmio, ficaram em segundo e terceiro lugar com 18% e 3% respectivamente. Já Rogério Ceni, comandante do Bahia, ficou em quarto lugar, junto com Fernando Diniz (Fluminense), Antônio Oliveira (Corinthians) e Gabriel Milito (Atlético-MG), cada um com 1% de votos. No ano passado, quando estava à frente do São Paulo, Ceni ficou em segundo lugar, com 3% dos votos.