Esportes

Viana critica presidente do Conselho Fiscal do Vitória: "Maléfico para o clube"

Em nota divulgada no site oficial do clube, na noite deterça-feira (18), o presidente do Esporte Clube Vitória, Raimundo Viana, criticou as recentes declarações do presidente do Conselho Fiscal do Clube, Cristóvão Rios, que o apontou e o vice-presidente do Vitória, Manoel Mattos, como principais responsáveis pela falta de democracia no Rubro-Negro. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Matheus Morais no dia 19 de Outubro de 2016 ⋅ 10:13

Em nota divulgada no site oficial do clube, na noite de  terça-feira (18), o presidente do Esporte Clube Vitória, Raimundo Viana, criticou as recentes declarações do presidente do Conselho Fiscal do Clube, Cristóvão Rios, que o apontou e o vice-presidente do Vitória, Manoel Mattos, como principais responsáveis pela falta de democracia no Rubro-Negro. Além disso, Rios disse ter detectado irregularidades nos contratos da Arena Barradão. 

Sobre uma convocação do conselho deliberativo, pedida por Cristóvão Rios no dia 11 de outubro, Viana diz no comunicado que não pode fazer a solicitação "enquanto não for superada pendência entre esses órgãos, sob pena de invasão de atribuições e de se configurar ilegalidade de qualquer ato nesse sentido, já que o presidente do Conselho Deliberativo, Deputado José Alves Rocha, alegou que segue no aguardo do encaminhamento de documentação pelo Conselho Fiscal para embasar igual solicitação que lhe fora feita".

Em relação às irregularidades nos contratos da Arena Barradão, Viana afirmou que "foi registrado que, em qualquer auditoria, inspeção, análise ou exame, o resultado deverá ser levado ao órgão responsável para esclarecimentos ou para que proceda as devidas retificações, se necessário, embora o assunto tenha sido veiculado na mídia, redes sociais e e-mails de conselheiros do clube", ressaltou. 

Raimundo Viana ressaltou ainda que a "transformação de assuntos administrativos em instrumento político" é maléfica para o Vitória e "compromete a produtividade de todos os setores do clube". 

Notícias relacionadas