Esportes

Justiça americana condena Marin a devolver mais de meio milhão de reais para Conmebol e Fifa

A decisão da juíza Pamela Chen também determina quanto dinheiro a Fifa, a Conmebol e a Concacaf têm direito a receber de outros réus

[Justiça americana condena Marin a devolver mais de meio milhão de reais para Conmebol e Fifa]
Foto : Lucas Figueiredo/CBF

Por Matheus Simoni no dia 21 de Novembro de 2018 ⋅ 10:00

O ex-presidente da CBF José Maria Marin foi condenado a devolver cerca de US$ 137,5 milhões (cerca de R$ 519 mil) para as entidades que se sentiram lesadas por seus crimes de corrupção na Fifa e na Conmebol. A decisão do Tribunal Federal do Brooklyn, nos Estados Unidos, onde Marin está preso desde a condenação no ano passado.

A sentença foi divulgada na noite de ontem (20). O valor será distribuído em US$ 118 mil para a Conmebol e US$ 19.532,60 para a Fifa.

A decisão da juíza Pamela Chen também determina quanto dinheiro a Fifa, a Conmebol e a Concacaf têm direito a receber de outros réus. Juan Angel Napout, ex-presidente da Conmebol e condenado no mesmo julgamento que Marin, terá que devolver US$ 356.368,12 (R$ 1,3 milhão). Os dois cartolas ainda precisam dividir uma restituição de US$ 24 mil para a Fifa.
 

Notícias relacionadas