Esportes

Ricardo David nega renúncia e diz que está aberto a apoio de ex-presidentes do Vitória

Na avaliação do presidente rubro-negro, a política de contratações irá mudar para o ano que vem

[Ricardo David nega renúncia e diz que está aberto a apoio de ex-presidentes do Vitória]
Foto : Divulgação/ECV/Maurícia da Matta

Por Matheus Simoni no dia 27 de Novembro de 2018 ⋅ 15:58


O presidente Ricardo David negou hoje (27), em entrevista coletiva, que irá pedir a renúncia do mandato no Vitória. O mandatário discursou e respondeu a perguntas sobre o rebaixamento para a segunda divisão, sacramentado no último final de semana. Para o dirigente, não há momento para a renúncia e sim de confiança para conseguir reerguer o clube.

"Não está no meu currículo. Sempre enfrentei desafios. Fui eleito democraticamente, esse clube estabeleceu uma nova ordem e eu me adequei à ela. Quem quiser assumir, que se adeque à nova ordem. Não podemos mais estabelecer esse clube à instabilidade. É impossível ter um quarto presidente em um mandato que deveria um só. O torcedor tem absoluta razão de estar chateado. Mas eu quero a confiança. Estamos aptos a tirar o Vitória dessa situação", disse o presidente.

Ainda segundo David, o apoio de ex-dirigentes que passaram pelo Vitória será de fundamental importância para unir o clube novamente.

"Será muito bem vindo, principalmente pelo fato de que eles já guardam essa experiência de cair para a Série B. É importante para mim ter essa experiência. Nenhum deles foi destituído, permitiu até que houve esse aprendizado. E permitiu que houvesse uma melhora. Algumas conversas já aconteceram. Esse momento é preciso contar com a experiência", declarou.

Na avaliação do presidente rubro-negro, a política de contratações irá mudar para o ano que vem. A ideia é que o Vitória conte com um treinador com experiência em disputar a segunda divisão. "Vamos entrar o ano com uma espinha dorsal de identidade com o Vitória. Óbvio que precisaremos procurar no mercado um treinador com experiência suficiente na Série B, vamos respeitar isso. É preciso alguém que conheça que jogue a Série B com perfil de Séria A", afirmou David, que já iniciou as negociações para trazer um treinador para a próxima temporada. 

Notícias relacionadas