Esportes

Jean revela mágoa do Vitória: 'Não respeitaram meu luto'

Goleiro relembrou episódio ofensivo em final do Baianão

[ Jean revela mágoa do Vitória: 'Não respeitaram meu luto']
Foto : Marina Hortélio

Por Leo Sousa no dia 10 de Dezembro de 2018 ⋅ 22:20

Em entrevista ao programa Papo com Tilé, na Rádio Metrópole, o goleiro Jean, que subiu ao profissional pelo Bahia, revelou o motivo das recorrentes provocações ao rival. O atleta, que atualmente defende o São Paulo, diz que "nunca tinha provocado o Vitória, feito nada contra o Vitória, falado nada" até um episódio no Ba-Vi do dia 7 de maio de 2017, pela final do Campeonato Baiano. 

Jean, que havia perdido o avô dois dias antes da partida, conta que uma ação de marketing desrespeitosa gerou uma mágoa com o time rubro-negro. "Tiveram uma falta de respeito comigo muito grande. Meu avô faleceu na sexta. Joguei até com o nome dele nas costas, e eles não tiveram nenhum respeito comigo. No sábado, eu enterrei ele e no domingo, na final, eles estavam fazendo uma ação de marketing... Pegaram um goleiro, um anãozinho, botaram com a minha roupa, como se fosse eu, e botou o mascote dando porrada na bunda... Achei uma total falta de respeito. Meu avô tinha um dia de falecido. Eles não respeitaram meu luto", disse.

"Depois dali, acabou todo o respeito que eu tinha pela equipe do Vitória", completou, o goleiro. Em outubro deste ano, após o triunfo do São Paulo sobre o Vitória, Jean fez gestos provocativos perto das duas torcidas e acabou expulso. Este soma-se a outros episódios de provocação ao clube. 

Sobre os incidentes, Jean é enfático: "não me arrependo de nada que eu fiz".

Notícias relacionadas