Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Sexta-feira, 24 de maio de 2024

Home

/

Notícias

/

Internacional

/

Essequibo: acordo fechado entre Venezuela e Guiana proíbe uso da força e prevê reunião no Brasil

Internacional

Essequibo: acordo fechado entre Venezuela e Guiana proíbe uso da força e prevê reunião no Brasil

Líderes também se comprometeram em dialogar para resolver assuntos pendentes relacionados à disputa territorial

Essequibo: acordo fechado entre Venezuela e Guiana proíbe uso da força e prevê reunião no Brasil

Foto: Divulgação Presidência da Venezuela

Por: Metro1 no dia 15 de dezembro de 2023 às 11:34

Atualizado: no dia 15 de dezembro de 2023 às 17:16

O acordo fechado entre Venezuela e Guiana em São Vicente e Granadinas, nesta quinta-feira (14), proíbe o uso da força no conflito e ameaças envolvendo o território de Essequibo. 

Os representantes dos dois países, Irfaan Ali (Guiana) e Nicolás Maduro (Venezuela), concordaram em se reunir no Brasil nos próximos meses. A última reunião foi mediada pelo Brasil, que enviou o assessor especial Celso Amorim.

O primeiro-ministro de São Vicente e Granadinas afirmou que os presidentes concordaram em evitar uma escalada no conflito. Os dois líderes também se comprometeram em dialogar para resolver assuntos pendentes relacionados à disputa territorial.

O Essequibo faz parte da Guiana, mas é reivindicado pela Venezuela, que, no início de dezembro, aprovou um referendo para a anexação da área. Desde então, tensões aumentaram na tríplice fronteira e o governo brasileiro destinou recursos militares para garantir a segurança na região.

O Brasil compartilha quase 800 km de fronteira com o Essequibo, principalmente no estado de Roraima, na Região Norte do país. Nessa área, há seis municípios brasileiros onde vivem cerca de 140 mil pessoas, entre elas aproximadamente 40 mil indígenas.