Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Quinta-feira, 23 de maio de 2024

Home

/

Notícias

/

Internacional

/

Reino Unido acusa Grindr de violação à proteção de dados dos usuários

Internacional

Reino Unido acusa Grindr de violação à proteção de dados dos usuários

Segundo firma de advocacia, até as condições de HIV dos usuários foram divulgadas para fins comerciais

Reino Unido acusa Grindr de violação à proteção de dados dos usuários

Foto: Reprodução/Grindr

Por: Metro1 no dia 22 de abril de 2024 às 18:02

A plataforma de relacionamento, Grindr, está sendo processada coletivamente em Londres por acusações de falha na proteção de dados dos usuários que alegam que informações privadas, incluindo condição de HIV, foram compartilhadas a terceiros sem consentimento. 

Segundo o escritório de advocacia Austen, o processo está sendo apresentado no Tribunal Superior de Londres e milhares de usuários do Grindr no Reino Unido podem ter sido afetados. A firma alega que as informações dos usuários, que deviam ser altamente confidenciais, foram fornecidas a terceiros para fins comerciais, incluindo as condições de HIV e a data do último teste.

Em declaração ao jornal The Guardian, o Grindr disse que busca “responder vigorosamente a essa alegação, que parece ser baseada em uma descaracterização de práticas de mais de quatro anos atrás”.

O escritório aponta que cerca de 670 pessoas se inscreveram no processo coletivo, que trata de eventos que teriam ocorrido entre 2018 e 2020. A diretora da Austen Hays, Chaya Hanoomanjee, afirma que “o Grindr deve à comunidade LGBTQ+ que atende compensar aqueles cujos dados foram comprometidos e que sofreram angústia como resultado, e garantir que todos os seus usuários estejam seguros ao usar o aplicativo, onde quer que estejam, sem medo de que seus dados possam ser compartilhados com terceiros”.