Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Segunda-feira, 27 de maio de 2024

Home

/

Notícias

/

Jornal da Metropole

/

Pegue a visão: confira a rodada de dicas da redação desta semana

Jornal Metropole

Pegue a visão: confira a rodada de dicas da redação desta semana

Coluna de dicas é publicada semanalmente no Jornal Metropole

Pegue a visão: confira a rodada de dicas da redação desta semana

Foto: Sidney Falcão/Metropress

Por: metro1 no dia 18 de abril de 2024 às 00:44

Atualizado: no dia 18 de abril de 2024 às 08:49

Dicas publicadas originalmente no Jornal Metropole em 18 de abril de 2024

Nega Lôra: Hoje eu estou igual a carro velho: ligando pra nada.

Só os loucos sabem: Como evitar se estressar no trabalho: não vá trabalhar.

Juninho: Pra mim, a semana deveria acabar na quinta-feira. Primeiro que quando chega nela eu já estou exausto. Segundo que o que eu não fiz até quinta, não é na sexta que vai ser feito.

Buçanha: Esta semana tenho pensado muito em trabalhar com o que eu odeio, porque por amor não está dando certo.

Guto: Paguei a terapia, aluguel, luz e celular. Só me chamem para sair se forem me DAR dinheiro, porque se for gastar só com o transporte, já está caro.

Fausto Silva: Brasil: um país onde solteiro não encontra uma namorada, e o casado tem quatro.

Boto Cor-de-rosa: Se algum amigo te chamar pra praticar crossfit, não vá. Ele não é seu amigo e esse caminho é sem volta.

Zema: Quantos gigas será que tem sua cabeça pra caber tanta abobrinha?

Robertinha: O erro do jovem é recompensar um dia difícil com pedido no delivery.

Romilda: Não se engane, tem gente que gosta apenas da sua utilidade e não de você.

Ventiladora suada: Quem nunca foi a última criança a ser buscada na escola não pode querer falar de solidão.

Filho de Jack: Beijo é uma invenção do capitalismo para vender ingresso de festa de adolescente.

Joice: Um dia você é jovem, no outro a pálpebra do seu olho está tremendo por causa do estresse.

Nietzsche: A loucura é rara em indivíduos. Mas em grupos, partidos, nações e eras ela é a regra.

Virgulino: Top piores sensações do mundo: ter que segurar a tosse em um lugar fechado porque já tossiu demais. --Ventiladora suada Quando vão liberar nas empresas a opção de comprar férias ao invés de vender?

Nei: A perna curta da mentira sempre vem acompanhada por uma língua grande.

Mirna: Fui avisada, mas preferi pagar pra ver. A desobediência nos traz muitas consequências.

Malandrinha: O que tiver que ser podia ser mais rápido, né? Sara São muitos aprendizados, mas será que eu queria? Fica aí o questionamento.

Ana Maria: Finja concordar com as pessoas chatas. Elas ficam quietas mais rápido.

MC Ronald: Estava vendo o preço de uns apartamentos para sair de casa. Agora, meus pais vão ter que rezar pra Deus me levar, porque está mais barato ir pro céu.

Bruninho: Fiz a minha parte, agora estou só esperando Deus fazer a dele. Regina Jorge Todos os dias me pergunto para que levar a vida tão a sério? Rapaz, ninguém vai sair vivo mesmo.

Regina Jorge: Gente, como faz denúncia pro CRP? Meu psicólogo insinuou que eu tenho responsabilidade sobre o que se passa comigo.

Menina do Trânsito: Depois da final do BBB, já estou juntando meu dinheiro porque o metro quadrado em Cajazeira ficou caro.

Bebeto: Terminar um namoro dói, mas você já gastou 20 reais em um teste de gravidez pra dar negativo?

Resende: Deus disse: desce e arrasa. E eu entendi: desce e trabalha.

Remi: Não pode usar cotonete no ouvido, coçar o olho, comer besteira… aos poucos somos privados dos pequenos micros prazeres da vida. Qual será o próximo?

Pedro Bial: Trabalhando duro, para quê? Para dar a Pingo a vida de luxo que ele merece. No caso, Pingo é meu cachorro.

Maná: Às vezes, o melhor mesmo é se fazer de doida para ter um pouco de paz.

Alonso: Começou o Brasileirão e com ele o fim da minha paz. Apenas os amantes de futebol vão entender.

Flávia Vizinha: Tenho recebido tantos lições da vida, que a quantidade dá para fazer uma caipirinha e ainda vender e viajar para Bahamas. Daqui a pouco, estarei tomando caipirinha nas Bahamas.

Seu João: Queria que meus fones de ouvido usassem os 10% restantes de bateria para funcionar em vez de ficar só fazendo drama de que vai desligar a qualquer momento.

Lacerda: Acho que o universo está tentando me ensinar algo que eu não quero aprender.

Regina Jorge: Gente, como faz denúncia pro CRP? Meu psicólogo insinuou que eu tenho responsabilidade sobre o que se passa comigo.

No céu tem pão? Sendo sempre eu mesmo, até alguém me dizer que é possivel ser um unicórnio.

Bob Marley: Se estiver em dúvida, finja que sabe o que está fazendo. Funciona para metade da população mundial