Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

Justiça

Empresas oferecem R$ 42 bi de indenização por desastre em Mariana e órgãos públicos condenam proposta

As reuniões técnicas para determinar o valor indenização foram suspensas e devem ser retomadas na próxima quarta-feira (7)

Empresas oferecem R$ 42 bi de indenização por desastre em Mariana e órgãos públicos condenam proposta

Foto: Agência Brasil

Por: Metro1 no dia 02 de dezembro de 2023 às 14:06

Atualizado: no dia 02 de dezembro de 2023 às 14:27

Uma proposta conjunta feita pela Vale, BHP e Samarco foi apresentada durante uma mesa de repactuação, nesta sexta-feira (1°). Integrantes do Poder Público classificaram o texto como "constrangedor", segundo a Folha de S. Paulo.

Unidas, as empresas propuseram pagar $ 42 bilhões em reparação, mais obrigações, de acordo com participantes da mesa de repactuação, que tinha o intuito de discutir os valores. A quantia representa menos da metade do pagamento que havia sido sugerido por autoridades da região no último dia 8.

Representantes de União, governos de Minas Gerais e Espírito Santo, Ministério Público Federal, Defensoria Pública da União, Defensorias Públicas e Ministérios Públicos tinham apresentado uma porposta reparação de cerca de R$ 126 bilhões, além de demais obrigações.

Em razão da discrepância, foi determinado que as discussões técnicas entre o Poder Público e as empresas seriam suspensas de forma temporária até a próxima quinta-feira (7), quando está prevista para ocorrer uma nova reunião.

Em 5 de novembro de 2015, ocorreu o episódio que ficou conhecido como "desastre de Mariana", após o rompimento da barragem da mineradora Samarco, administrada pela Vale e pela BHP,  resultando na maior tragédia ambiental do país.