Justiça

TJ-BA envia caso Davi Fiúza para Justiça Militar

Decisão foi divulgada ontem pelo órgão; acusados podem recorrer

[TJ-BA envia caso Davi Fiúza para Justiça Militar]
Foto : Rafael Martins/GOVBA

Por Juliana Rodrigues no dia 19 de Setembro de 2018 ⋅ 10:00

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) enviou à Justiça Militar o caso do desaparecimento do jovem Davi Santos Fiúza. A informação foi divulgada ontem (18) pelo órgão.

A sentença proferida pela juíza Ailze Botelho Almeida Rodrigues se baseia na Lei 13.491/17, que determina que todos os crimes cometidos por policiais militares devem ser julgados pela Justiça Militar, à exceção de homicídios.

Davi sumiu em outubro de 2014, durante uma operação policial na localidade conhecida como Jardim Vila Verde, na Estrada Velha do Aeroporto, em Salvador. No início do mês, sete PMs que participaram da ação foram denunciados por sequestro e cárcere privado. Os acusados ainda podem recorrer da decisão do TJ-BA.

Notícias relacionadas