Justiça

Justiça cobra de Lula valor real de bens declarados em inventário

Petista também terá que apresentar certidões negativas de imóveis rurais

[Justiça cobra de Lula valor real de bens declarados em inventário]
Foto : Ricardo Stuckert / Instituto Lula

Por Juliana Rodrigues no dia 29 de Setembro de 2018 ⋅ 12:00

A defesa do ex-presidente Lula foi notificada pela Justiça para que informe o verdadeiro valor dos bens declarados no processo de inventário da ex-primeira-dama Marisa Letícia. 

De acordo com o Estadão, a 1ª Vara de Família e Sucessões da Comarca de São Bernardo afirma que os documentos apresentados “não comprovam quem é o titular das debêntures arroladas nem seu valor”, assim como “não consta o valor das cotas” de um fundo imobiliário. O patrimônio declarado do casal é de R$ 12,3 milhões, e os bens de Lula estão congelados.

A decisão também estabelece um prazo de 90 dias para que o petista apresente certidões negativas de imóveis rurais. Os advogados do ex-presidente incluíram no processo o cadastro de um imóvel rural de outra pessoa, como se fosse dele. 

Procurada pelo Estadão, a assessoria do petista, que está preso em Curitiba, não se manifestou.

Notícias relacionadas