Justiça

STF discute suspensão de entrada de agentes públicos e policiais em universidades

Ação ajuizada pela PGR foi motivada pelas iniciativas da Justiça Eleitoral na semana passada

[STF discute suspensão de entrada de agentes públicos e policiais em universidades]
Foto : Antonio Cruz/Agência Brasil

Por Lara Ferreira no dia 30 de Outubro de 2018 ⋅ 16:20

O plenário do Supremo Tribunal Federal prevê julgar amanhã (31) um pedido da Procuradoria-Geral da República para suspensão de quaisquer atos que autorizem a entrada de policiais e outros agentes públicos em universidades com o propósito de impedir aulas e debates, apreender documentos e tomar depoimentos. 

A ação foi ajuizada pela procuradora-geral da República, Raquel Dogde e é uma resposta aos ataques às universidades públicas pelo país sob a justificativa de coibir propaganda eleitoral irregular.

No sábado (27), a relatora da ação ajuizada pela PGR, ministra Cármen Lúcia, deferiu medida cautelar suspendendo as decisões da Justiça Eleitoral e as iniciativas dos agentes públicos nas universidades. 

Notícias relacionadas