Justiça

Barroso pede esclarecimento a sete empresas sobre contratação pela campanha de Bolsonaro

As companhias têm dias para apresentar documentos solicitados

[Barroso pede esclarecimento a sete empresas sobre contratação pela campanha de Bolsonaro]
Foto : Reprodução / Flickr / TSE

Por Lara Ferreira no dia 14 de Novembro de 2018 ⋅ 19:40

Atendendo a uma solicitação da área técnica da Corte, o vice-presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Roberto Barroso, determinou hoje (14) que sete empresas apresentem, em no máximo três dias, esclarecimentos sobre a contratação para auxiliar na campanha do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). 

As empresas AM4 Brasil Inteligência Digital, Digital Clip, Alfa 9 Solução Estratégica, Oliveiras Festas, Bureau Digital Serviços LTDA, Gráfica JB LTDA e Gráfica Eleal devem apresentar notas fiscais, endereço de distribuição/entrega do material produzido e identificação dos serviços prestados. 

Barroso é relator da prestação de contas de Bolsonaro e, de acordo com o Estadão, afirmou hoje que o caso deve ser analisado pelo plenário do TSE logo na primeira semana de dezembro. A diplomação de Bolsonaro está agendada para o dia 10 do próximo mês.

O objetivo do pedido de esclarecimento é “confirmar a sua contratação pela campanha do candidato eleito, devido ao cancelamento ou substituição das notas fiscais emitidas” e verificar receitas e despesas declaradas.

Notícias relacionadas