Justiça

Paulo Preto é condenado a mais 145 anos de prisão

Condenação é baseada em supostos desvios de R$ 7,7 milhões

[Paulo Preto é condenado a mais 145 anos de prisão]
Foto : Reprodução/Agência Senado

Por Leo Sousa no dia 06 de Março de 2019 ⋅ 19:51

O ex-diretor da estatal paulista Dersa, o engenheiro Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, foi condenado hoje (6) a 145 anos e oito meses de prisão pela juíza Maria Isabel do Prado, da 5ª Vara Criminal Federal de São Paulo.

A condenação de Preto, que é suspeito de ser operador de propinas para políticos do PSDB, é baseada em supostos desvios de R$ 7,7 milhões pelas obras da Rodoanel Sul e da ampliação da avenida Jacu Pêssego, em São Paulo.

Paulo Preto já havia recebido condenação recentemente. Na última quinta-feira (28), a juíza Maria Isabel do Prado o condenou a 27 anos de prisão pelos crimes de cartel e fraudes em licitações no Rodoanel e em obras da Prefeitura de São Paulo.

 

 

 

 

Notícias relacionadas

[Advogados pedem impeachment de Gilmar Mendes ]
Justiça

Advogados pedem impeachment de Gilmar Mendes 

Por Alexandre Galvão no dia 14 de Março de 2019 ⋅ 14:07 em Justiça

O ministro ainda teria exercido influência junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para obter doação para a campanha eleitoral municipal em que o irmão era candi...