Justiça

Gilmar Mendes quer que STF coloque Lula em liberdade até julgar prisão em 2ª instância

Nova presidente da Segunda Turma do STF, Cármen Lúcia declarou na noite de ontem (24) que não retirou da pauta de hoje (25) a votação sobre o habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

[Gilmar Mendes quer que STF coloque Lula em liberdade até julgar prisão em 2ª instância]
Foto : Rosinei Coutinho/SCO/STF

Por Alexandre Galvão no dia 25 de Junho de 2019 ⋅ 14:53

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes propôs que a Corte libere o ex-presidente Lula até que seja julgada a ação que avalia a legalidade de prisões em segunda instância. 

“Diante das razões que eu expus, e do congestionamento da pauta, havia indicado o adiamento. Tem razão o nobre advogado quando alega o alongamento desse período de prisão diante da sentença e condenação confirmada em segundo grau. Como temos toda a ordem de trabalho organizada, o que eu proponho é de fato conceder uma medida para que o paciente aguardasse em liberdade a ossa deliberação completa. Encaminharia nesse sentido, se o colegiado assim entendesse”, afirmou, segundo o Antagonista. 

Nova presidente da Segunda Turma do STF, Cármen Lúcia declarou na noite de ontem (24) que não retirou da pauta de hoje (25) a votação sobre o habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em nota à imprensa, a magistrada afirmou que “em todas as sessões, é dada preferência e a prioridade aos habeas corpus determinada pelo Ministro Relator ou pelo Ministro Vistor”.

Notícias relacionadas

[Ação tenta impedir nomeação de reitor da UFRB]
Justiça

Ação tenta impedir nomeação de reitor da UFRB

Por Juliana Almirante no dia 11 de Julho de 2019 ⋅ 10:00 em Justiça

Recurso protocolado no último dia 4 requer a nulidade da composição da lista tríplice e a nomeação de reitor temporário, se o posto ficar vago