Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Justiça

Justiça determina quebra de sigilos do ministro Ricardo Salles

MP paulista apura suposto enriquecimento ilícito do ministro, no período em que ele trabalhou no governo Alckmin; Salles nega irregularidades

[Justiça determina quebra de sigilos do ministro Ricardo Salles]
Foto : Tomaz Silva/Agência Brasil

Por Adelia Felix no dia 22 de Novembro de 2019 ⋅ 19:19

A Justiça paulista determinou a quebra do sigilo fiscal e bancário do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, alvo de uma investigação de suspeita de enriquecimento ilícito conduzida pelo Ministério Público Estadual (MP-SP) desde junho. As informações são do Estadão.

Segundo a reportagem, a decisão é de segunda-feira (18), da 10.ª Câmara de Direito Público. O MP-SP já havia solicitado os dados do ministro em duas ocasiões, mas os pedidos haviam sido negados pela Justiça. 

A investigação apura como o patrimônio de Salles saltou de R$ 1,4 milhão para R$ 8,8 milhões entre 2012 e 2018 e é conduzida pelo promotor Ricardo Manoel Castro. Salles nega irregularidades em suas contas. “Todos os meus rendimentos e bens foram declarados por mim mesmo. Não tenho nenhum receio acerca da análise dos dados”, disse o ministro ao jornal. 

Notícias relacionadas