Justiça

Supremo suspende cortes no Bolsa Família no Nordeste

Marco Aurélio também determinou que a União disponibilize dados para justificar a concentração de cortes na Região Nordeste

[Supremo suspende cortes no Bolsa Família no Nordeste]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Luciana Freire no dia 23 de Março de 2020 ⋅ 16:15

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, suspendeu hoje (23) os cortes determinados pelo governo federal nos novos benefícios do Bolsa Família enquanto perdurar o estado de calamidade pública causado pelo coronavírus.

Marco Aurélio também determinou que a União disponibilize dados para justificar a concentração de cortes na Região Nordeste. A decisão estipula que “a liberação de recursos para novas inscrições seja uniforme considerados os estados da federação”.

A decisão foi tomada em uma ação conjunta proposta pelos governos da Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte. De acordo com os estados, a não concessão do benefício às famílias não tem justificativa plausível. 

“A coisa pública é inconfundível com a privada, a particular. A coisa pública é de interesse geral. Deve merecer tratamento uniforme, sem preferências individuais. É o que se impõe aos dirigentes. A forma de proceder há de ser única, isenta de paixões, especialmente de natureza político-governamental”, pontuou o ministro.

Notícias relacionadas