Justiça

Ministério da Justiça notifica aplicativo Zoom por suspeita de vazamento de dados

A empresa tem 10 dias para prestar esclarecimentos 

[Ministério da Justiça notifica aplicativo Zoom por suspeita de vazamento de dados]
Foto : Lara Curcino/Metropress

Por Lara Curcino no dia 08 de Abril de 2020 ⋅ 13:40

O Ministério da Justiça notificou hoje (8) o aplicativo de vídeo chamadas Zoom, após suspeitas de vazamento de vazamentos de dados dos usuários da plataforma. A empresa tem o prazo de 10 dias para prestar esclarecimentos necessários ao Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor.

A notificação foi feita após uma reportagem do jornal americano Washington Post em que eram apontadas vulnerabilidades no sistema do Zoom. De acordo com a matéria, muitos dos vídeos parecem ter sido gravados por meio do zoom e salvos na nuvem em servidores do software sem que houvesse necessidade de senha para ser acessado.

De acordo com a pasta da Justiça, caso a companhia não responda aos questionamento no prazo estabelecido ou haja indício de violação de direitos dos consumidores, poderá ser instaurado um processo administrativo e aplicada uma multa.

Notícias relacionadas