Justiça

MPF denuncia Sara Winter por injúria e ameaça contra Alexandre de Moraes

Presa desde segunda, ativista conservadora xingou ministro e ameaçou ‘trocar socos’ com ele

[MPF denuncia Sara Winter por injúria e ameaça contra Alexandre de Moraes]
Foto : Reprodução/Instagram

Por Lara Curcino no dia 17 de Junho de 2020 ⋅ 10:40

O Ministério Público Federal denunciou ontem (16) a ativista conservadora Sara Giromini, pelos crimes de injúria e ameaça contra o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Caso seja condenada, deverá repará-lo em valor mínimo de R$ 10 mil por danos morais. 

Na denúncia, o MPF alega que os crimes foram “praticados de forma continuada”. Sara Winter, como se denomina, xingou Alexandre e ameaçou “trocar socos” com ele, após ser alvo de buscas no inquérito das fake news, que corre na Corte, por determinação do ministro. 

A acusação é assinada pelo procurador da República Frederick Lustosa e foi encaminhada à 15ª Vara de Justiça Federal. No documento, é afirmado que a bolsonarista fez uso das redes sociais “para atingir a dignidade e o decoro do ministro, ameaçando de causar-lhe mal injusto e grave, com o fim de constrangê-lo”. 

Na segunda-feira (15), Winter foi presa temporariamente pela Polícia Federal também a mando de Alexandre. Ela deve ser solta no sábado (20). 

Notícias relacionadas