Terça-feira, 30 de novembro de 2021

Justiça

STF nega pedido para tirar ministro Abraham Weintraub do inquérito das fake news

Maioria dos ministros seguiu o voto do relator, Edson Fachin, que rejeitou o habeas corpus por questões processuais

STF nega pedido para tirar ministro Abraham Weintraub do inquérito das fake news

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por: Luciana Freire no dia 17 de junho de 2020 às 18:20

O Supremo Tribunal Federal rejeitou por 9 votos a 1, um habeas corpus que tentava tirar o ministro da Educação, Abraham Weintraub, do inquérito das fake news.

O pedido foi apresentado pelo ministro da Justiça, André Mendonça, e o habeas corpus foi levado a julgamento no plenário virtual do Supremo.

A maioria dos ministros seguiu o voto do relator, Edson Fachin, que rejeitou o habeas corpus por questões processuais. Votaram neste sentido os ministros: Dias Toffoli, Celso de Mello, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia, Luiz Fux, Rosa Weber e Luís Roberto Barroso. O ministro Marco Aurélio Mello foi o único voto a favor de julgar o HC.

Weintraub foi incluído no inquérito por ter dito, na reunião ministerial de 22 de abril que, por ele, "botava esses vagabundos todos na cadeia, começando no STF”.

STF nega pedido para tirar ministro Abraham Weintraub do inquérito das fake news - Metro 1