Justiça

Advogado de ‘falso cônsul’ preso na Faroeste é um dos detidos em operação contra fraudes no TJ-BA

João Novaes foi detido pelo Gaeco, junto a Marco Aurélio Fortuna Doria e o servidor do tribunal Carlos Alberto Nogueira

[Advogado de ‘falso cônsul’ preso na Faroeste é um dos detidos em operação contra fraudes no TJ-BA]
Foto : Divulgação/MP-BA

Por Metro1 no dia 10 de Setembro de 2020 ⋅ 10:27

Um dos três presos hoje (10) na Operação Inventário foi identificado como o advogado João Novaes, que atua na defesa do “falso cônsul” da Guiné-Bissau Adailton Maturino, detido na Operação Faroeste, que investiga fraudes em decisões judiciais no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). A informação é do Bahia Notícias.

A Inventário é uma ação do Grupo de Apoio Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), do Ministério Público da Bahia (MP-BA). Os outros dois alvos de prisão foram Marco Aurélio Fortuna Doria e o servidor do TJ-BA Carlos Alberto Nogueira. 

De acordo com o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), Novaes teria movimentado cerca de R$ 29 milhões, R$ 23 deles ligados a Adailton Maturino, acusado de chefiar o esquema de venda e compra de sentenças no tribunal baiano.

Em dezembro do ano passado, a Polícia Federal já havia feito busca e apreensão no escritório de Novaes por suspeita de que o local era utilizado como mecanismo de circulação de bens e valores obtidos de forma ilícita. 

Notícias relacionadas