Mundo

Esposa de Carlos Ghosn deixa o Japão para não enfrentar a justiça

Em entrevista ao jornal francês Le Journal du Dimanche, Carole Ghosn declarou que se sentia "em perigo", evitando uma nova investida da justiça japonesa

[Esposa de Carlos Ghosn deixa o Japão para não enfrentar a justiça]
Foto : Reuters

Por Matheus Simoni no dia 07 de Abril de 2019 ⋅ 19:00

A esposa do ex-presidente da Renault-Nissan, o franco-brasileiro Carlos Ghosn, deixou o Japão após a nova prisão do marido. Em entrevista ao jornal francês Le Journal du Dimanche, Carole Ghosn declarou que se sentia "em perigo", evitando uma nova investida da justiça japonesa.

Promotores japoneses queriam questionar Carole Ghosn, de acordo com vários meios de comunicação do país asiático, incluindo a agência de notícias Kyodo. Os valores supostamente desviados pelo ex-diretor da Renault-Nissan poderiam ter passado por uma empresa dirigida por ela.

Ghosn foi novamente preso na última quinta-feira (4), em Tóquio, por novas suspeitas de desfalque financeiro, um mês depois de ser libertado sob fiança.

Notícias relacionadas

[Morre fundador do Banco Real, Aloysio Faria aos 99 anos]
Mundo

Morre fundador do Banco Real, Aloysio Faria aos 99 anos

Por João Brandão no dia 15 de Setembro de 2020 ⋅ 17:00 em Mundo

Aloysio Faria também liderava o Conglomerado Alfa, que conta com empresas como a C&C Casa e Construção, a Rede Transamérica de Hotéis, a Águas Prata, Sorvetes La Basque,...