Mundo

Assange perdeu asilo político por mau comportamento, diz presidente do Equador

Fundador do WikiLeaks andava de skate pelos corredores da Embaixada e não tomava banho regularmente, segundo relatos

[Assange perdeu asilo político por mau comportamento, diz presidente do Equador]
Foto : Reuters

Por Juliana Rodrigues no dia 12 de Abril de 2019 ⋅ 10:20

O presidente do Equador, Lenín Moreno, afirmou que a "conduta desrespeitosa e agressiva" do fundador do WikiLeaks, Julian Assange, foi um dos motivos para a revogação do asilo concedido.

A declaração foi dada em um vídeo divulgado nas redes sociais, ontem (11), após a prisão do australiano. Durante sete anos, Julian Assange ocupou um pequeno quarto na Embaixada do Equador em Knightsbridge, uma das áreas mais luxuosas de Londres.

De acordo com a Folha de S. Paulo, há relatos de que Assange teria passado fezes nas paredes da embaixada e andado de skate pelos corredores do prédio, além de não tomar banho regularmente.

Após a prisão de Assange, diversos documentos foram divulgados pelo WikiLeaks. Dois deles implicam os políticos brasileiros Roseana Sarney e Tasso Jereissati.

Notícias relacionadas