Mundo

Argentina decide deixar Unasul 

Das 12 nações que integravam o bloco fundado 2008, permanecem Uruguai, Bolívia, Suriname, Guiana e Venezuela

[Argentina decide deixar Unasul ]
Foto : Macri, presidente argentino / Fotos Públicas

Por Alexandre Galvão no dia 13 de Abril de 2019 ⋅ 13:30

Formado inicialmente por 12 países, a União de Nações Sul-Americanas (Unasul) sofreu mais uma baixa ontem (12). 

De acordo com comunicado oficial, a Argentina deixou de fazer parte do bloco que aspirava se converter em um polo de poder político na região contra os Estados Unidos. 

“Esta decisão foi tomada no marco da crise que atinge esse organismo, manifestado na acefalia da Secretaria Geral por mais de dois anos, bem como por uma agenda com alto conteúdo ideológico e muito distante de seus objetivos iniciais e a desordem administrativa que prevaleceu na organização nos últimos tempos”, afirma a chancelaria argentina em comunicado.

Das 12 nações que integravam o bloco fundado em 2008 pelo impulso do então presidente da Venezuela, Hugo Chávez, para marcar um limite à influência dos EUA na América do Sul, permanecem Uruguai, Bolívia, Suriname, Guiana e Venezuela.

Notícias relacionadas