Mundo

Corte anula eleição em Istambul após derrota do partido do presidente

Ekrem Imamoglu havia tomado posse em 17 de abril, após duas semanas de recontagem de votos

[Corte anula eleição em Istambul após derrota do partido do presidente]
Foto : Pixabay

Por Juliana Rodrigues no dia 07 de Maio de 2019 ⋅ 13:40

Vinte dias após Ekrem Imamoglu passar a ocupar a cadeira de prefeito de Istambul, na Turquia, as autoridades eleitorais ordenaram, ontem (6), um novo pleito, anulando uma derrota do Partido Justiça e Desenvolvimento (AKP), do presidente Recep Tayyip Erdogan. Ele havia tomado posse em 17 de abril, após duas semanas de recontagem de votos.

Imamoglu, que é membro do Partido Republicano do Povo (CHP, social-democrata, o principal da oposição), qualificou como traição a ordem de se repetir a eleição municipal, que foi vencida por ele em 31 de março com uma margem estreita. A vitória foi bastante contestada.

Segundo a comissão eleitoral turca, Imamoglu chegou a liderar a apuração por menos de 0,5%. Após uma recontagem dos votos, essa vantagem ficou ainda menor: 0,25%, o equivalente a cerca de 13 mil votos.

A decisão da corte deve aumentar a tensão na Turquia, que tem sido palco de conflitos por causa da má situação econômica do país e o crescente autoritarismo de Erdogan. A nova eleição está prevista para ocorrer em 23 de junho.

Notícias relacionadas