Mundo

Embaixador do Cazaquistão no Brasil diz que quer intensificar relações entre os dois países

Em 2018, o Brasil exportou US$ 80,3 milhões para o Cazaquistão

[Embaixador do Cazaquistão no Brasil diz que quer intensificar relações entre os dois países]
Foto : Edilson Rodrigues/Agência Senado

Por Lis Grassi no dia 12 de Maio de 2019 ⋅ 10:00

O Cazaquistão tem interesse em buscar um intercâmbio com os setores da indústria e do agronegócio brasileiros e desenvolver projetos na área de alta tecnologia, agricultura, fontes renováveis de energia, maquinaria, uso pacífico da energia nuclear e mineração. A informação é do embaixador do Cazaquistão no Brasil, Kairat Sarzhanov, divulgada pela Agência Brasil. Em 2018, o Brasil exportou US$ 80,3 milhões para o Cazaquistão, e importou US$ 35,7 milhões, o que resultou em superávit superior a US$ 44,5 milhões. Nos quatro primeiros meses de 2019, as exportações brasileiras somam US$ 28,4 milhões e as importações US$ 11,6 milhões, com superávit de US$ 16,6 milhões.Um dos integrantes do grupo parlamentar Brasil-Cazaquistão, o senador Jaques Wagner (PT-BA) afirmou que, durante sua gestão como governador da Bahia, de 2011 a 2014, buscou a empresa cazaque Eurasian Mining Group para o setor de mineração do estado e, atualmente, os investimentos já alcançam cerca de U$ 1 7bilhão.

Notícias relacionadas