Mundo

Hong Kong: Manifestantes destroem câmeras e máquinas do metrô

Um grupo de manifestantes mais radical diz que ações extremas são necessárias para atrair a atenção do governo

[Hong Kong: Manifestantes destroem câmeras e máquinas do metrô]
Foto : Reprodução/Twitter

Por Kamille Martinho no dia 22 de Setembro de 2019 ⋅ 11:00

Manifestantes em Hong Kong pisotearam uma bandeira da China e depredaram uma estação de metrô na manhã de hoje (22). Os protestos pró-democracia na cidade, que começaram com a oposição a um projeto de lei de extradição, entram no quarto mês.

Um grupo destruíram câmeras de vigilância da estação e usaram martelos para quebrar os sensores que liberam a entrada de passageiros, além de pichar e quebrar as telas das máquinas automáticas que vendem passagens, usando guarda-chuvas para proteger suas identidades.

A polícia chegou ao local logo após o ataque e manteve vigilância na estação após fechá-la, bloqueando a entrada com uma grade de metal. Em resposta, os manifestantes levantaram uma barricada na rua próxima ao shopping, empilhando o que parecia ser folhas de palmeira, que foram incendiadas na sequência.

Um grupo de manifestantes mais radical diz que ações extremas são necessárias para atrair a atenção do governo.

Notícias relacionadas