Mundo

Chile decreta toque de recolher em mais regiões; governo diz que há mortos

País vive onda de protestos desencadeada pelo aumento das passagens do metrô

[Chile decreta toque de recolher em mais regiões; governo diz que há mortos]
Foto : Adriane Schultz / G1

Por Metro1 no dia 20 de Outubro de 2019 ⋅ 14:00

O governo do Chile informou que três pessoas morreram durante um incêndio em um supermercado, na madrugada de hoje (20), em Santiago, no Chile. O caso aconteceu em meio aos protestos e saques que tomaram as ruas do país.

Segundo a agência Reuters, a prefeita de Santiago, Karla Rubilar, afirmou que duas pessoas morreram queimadas e a terceira vítima faleceu no hospital. O incêndio teria sido causado por manifestantes, durante o saque a um supermercado da rede Líder, controlado pelo grupo americano Walmart. Os bombeiros controlaram as chamas após duas horas. 

O Walmart Chile informou que fecharia suas lojas em todo o país depois que 60 delas foram danificadas em meio aos protestos em Santiago e arredores.

Na madrugada de hoje, o presidente Sebastián Piñera decretou toque de recolher na capital e em mais cinco cidades, com forte esquema de segurança. A medida, no entanto, não impediu os protestos. A revolta foi desencadeada pelo aumento no preço das passagens do metrô e reflete a insatisfação da população com o modelo econômico do país.

Notícias relacionadas