Mundo

Morales diz que não se sente responsável pela crise na Bolívia

Ele reconheceu, entretanto, que possivelmente tenha cometido erros

[Morales diz que não se sente responsável pela crise na Bolívia]
Foto :Reprodução/Twitter

Por Danielle Campos no dia 15 de Novembro de 2019 ⋅ 15:00

O ex-presidente boliviano Evo Morales, declarou hoje (15) que não se sente responsável pela atual crise na Bolívia, mas reconheceu que possivelmente tenha cometido erros. Morales deu a declaração do México, que o concedeu asilo político.

De acordo com Morales, seu pior erro teria sido "derrotar os adversários". "Somos seres humanos, mas nunca pensamos em prejudicar o povo boliviano", disse. Ele também afirmou que por enquanto não se vê de volta à presidência da Bolívia e, segundo ele, o país está no estágio de recuperar a democracia e derrotar a ditadura. "Estou feliz, porque agora saberão quem somos", completou.

Ontem (14), o ex-presidente pediu ao papa Francisco e à Organização das Nações Unidas (ONU) que intercedam para "pacificar" o país em convulsão. Após a renúncia e saída de Morales do país, Jeanine Áñez, senadora de oposição do partido Unidad Demócrata, declarou-se presidente da Bolívia. Ela removeu a cúpula militar e prometeu eleições "no menor tempo possível".

Notícias relacionadas

[Brasil inaugura escritório comercial em Jerusalém]
Mundo

Brasil inaugura escritório comercial em Jerusalém

Por João Brandão no dia 15 de Dezembro de 2019 ⋅ 16:00 em Mundo

O governo Brasileiro abriu hoje (15) um escritório da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) na cidade de Jerusalém, que contou com a presen...