Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Mundo

Michelle Bachelet condena uso excessivo da força policial na Bolívia

ONU enviou um representante à Bolívia para apoiar os esforços de negociação para a crise do país

[Michelle Bachelet condena uso excessivo da força policial na Bolívia]
Foto : Presidencia Chile/Fotos Públicas

Por Danielle Campos no dia 17 de Novembro de 2019 ⋅ 07:30


A alta comissária da Organização das Nações Unidas (ONU) para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, emitiu um comunicado sobre a situação da Bolívia, no sábado (16), em que condena o uso “desnecessário e desproporcional da força” pela polícia e Exército contra os manifestantes na Bolívia. 

Bachelet classificou como "extremamente perigoso" o uso excessivo da força contra os apoiadores do ex-presidente Evo Morales, que renunciou no último domingo (10). Segundo ela, a conduta das forças de segurança pode conduzir o país a uma situação “degenerativa”.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, enviou um representante à Bolívia para apoiar os esforços de negociação para uma solução pacífica para a crise social e política no país. Na última quarta-feira (14), em entrevista, Morales defendeu que o Papa Francisco e a ONU intercedam para "pacificar" o país em convulsão.

Notícias relacionadas