Mundo

FMI: Recessão profunda na Europa é 'conclusão já dada'

Segundo o fundo cada mês em que os setores não essenciais permanecem fechados se traduz em uma queda de 3% no PIB anual

[FMI: Recessão profunda na Europa é 'conclusão já dada']
Foto :Getty Images

Por Luciana Freire no dia 30 de Março de 2020 ⋅ 15:00

O Fundo Monetário Internacional (FMI) apontou hoje (30) que uma profunda recessão na Europa, devido à pandemia de coronavírus, é uma "conclusão já dada". De acordo com o fundo, cada mês em que os setores não essenciais permanecem fechados se traduz em uma queda de 3% no PIB anual.

Para o diretor do departamento europeu do FMI, Poul Thomsen, nas principais economias da Europa, os serviços não essenciais fechados por decreto representam cerca de um terço da produção.

Itália e Espanha, a terceira e a quarta maiores economias da zona do euro, estão praticamente paralisadas por serem os países mais afetados pela pandemia na região.

"É provável que mais países sigam o que já é o maior número de pedidos de assistência recebidos pelo FMI ao mesmo tempo", disse Thomsen.

Notícias relacionadas