Mundo

Rússia registra primeira vacina contra o coronavírus

Controversa medicação não teve nenhum estudo ou dado científico sobre a testagem feita em pacientes

[Rússia registra primeira vacina contra o coronavírus]
Foto : Kremlin

Por Matheus Simoni no dia 11 de Agosto de 2020 ⋅ 07:38

O presidente Vladimir Putin anunciou hoje (11) que a Rússia é o primeiro país do mundo a registrar uma vacina contra o coronavírus. Mesmo com o anúncio, não há muitas informações sobre a medicação e sua real eficácia. "Esta manhã uma vacina contra o novo coronavírus foi registrada pela primeira vez no mundo", disse o líder russo, em reunião no Gabinete de Ministros.

A OMS tem uma página internet na qual mostra em que estágio de desenvolvimento estão as pesquisas de vacinas ao redor do mundo. A última atualização dessa informação foi feita em 31 de julho. Nela, consta que a vacina russa do Instituto Gamelaya está na fase 1 do processo - seria necessário observar três fases completas para começar a vacinar em massa.

Não foram publicados estudos científicos ou testes que evidenciam a eficácia da vacina. Também são desconhecidos detalhes sobre as fases do processo, que geralmente devem ser cumpridos antes de uma nova vacina ser aprovada e lançada no mercado.

Segundo o presidente Putin, no entanto, a vacina russa é "eficaz", passou em todos os testes necessários e permite obter uma "imunidade estável" contra o COVID-19.

Notícias relacionadas