Mundo

Trump indica juíza conservadora para Suprema Corte dos EUA

Caso aprovada pelo Congresso dos EUA, Barrett irá ocupará o lugar de Ruth Bader Ginsburg, que morreu na última sexta (18) aos 87 anos

[Trump indica juíza conservadora para Suprema Corte dos EUA]
Foto : Olivier Douliery/Getty Images

Por Luciana Freire no dia 27 de Setembro de 2020 ⋅ 09:00

 

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, indicou ontem (26), a juíza conservadora Amy Coney Barrett para uma cadeira na Suprema Corte, em um importante movimento eleitoral na reta final da disputa à presidência.

Caso aprovada pelo Congresso dos EUA, Barrett irá ocupará o lugar de Ruth Bader Ginsburg, que morreu na última sexta (18) aos 87 anos. (Leia mais) Trump busca energizar a base do eleitorado republicano e briga para garantir uma nova juíza na Corte antes da eleição, para o caso de a votação ser judicializada.

Juíza da Corte de Apelações Federal para o 7º Circuito, em Chicago, Barrett era a favorita ao posto da ala conservadora do partido republicano, por sua visão antiaborto.

O assunto sobre a cadeira vaga na Suprema Corte mudou o foco das atenções na política e na imprensa americana, se sobrepôs às manchetes sobre a pandemia de coronavírus, na semana em que os EUA superaram a marca de 200 mil mortos por Covid-19. (Leia mais)

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Judge Amy Coney Barrett: "I love the United States, and I love the United States Constitution."

A post shared by The White House (@whitehouse) on

Notícias relacionadas