Segunda-feira, 27 de setembro de 2021

Polícia

Militar do Exército que provocou acidente com morte é liberado em audiência de custódia

Por não possuir antecedentes criminais e se tratar de homicídio culposo, Justiça soltou o militar para responder ao processo em liberdade

Militar do Exército que provocou acidente com morte é liberado em audiência de custódia

Foto: Reprodução / Redes Sociais

Por: Rodrigo Meneses no dia 25 de maio de 2021 às 14:48

O militar do Exército Alisson Felipe Fialho de Jesus, que foi autuado em flagrante por homicídio culposo por provocar um acidente de carro no último domingo (24), foi solto na audiência de custódia realizada na manhã desta terça-feira (25). Segundo informações do Ministério Público do Estado (MPE), o promotor Rodrigo Reis defendeu que o militar respondesse ao inquérito em liberdade e a Justiça acabou acatando o pedido.

A juíza Ivana Carvalho Silva Fernandes reconheceu a legalidade da prisão e as provas de autoria, mas negou o pedido de prisão preventida feito pela Polícia Civil. Ela decidiu conceder a liberdade provisória porque Alisson não possui antecedentes criminais e tem endereço fixo e não representa perigo durante o seguimento das investigações processuais. “Existe indício suficiente acerca da autoria e materialidade. Contudo, no caso em comento, efetivamente não há razão para a manutenção do cárcere em desfavor do flagrado, uma vez que inexistem os requisitos previstos no artigo 312 do Código de Processo Penal, posto que não se verifica perigo no estado de liberdade deste, não ensejando, portanto, a sua custódia prévia”, escreveu a juíza em trecho da decisão.

A liberdade provisória foi concedida mediante o cumprimento de algumas medidas cautelares. O militar precisa comparecer a todos os atos processuais e manter o endereço atualizado, está proibido de sair da cidade de Salvador, sem autorização judicial. Alisson precisa comparecer à vara de audiência de custódia a cada dois meses, não deve sair de casa das 20h às 06h da manhã em nenhum dia da semana e está proibido de frequentar "bocas de fumo", festas de rua, bares e similares. Caso essas medidas sejam desrespeitadas, Alisson perde o benefício e voltará para a prisão.

A assessoria de comunicação da Polícia Civil informou que o militar e mais três pessoas voltavam de uma festa tipo paredão realizada no bairro da Saramandaia, na madrugada deste domingo. No Corsa Classic foi encontrada uma garrafa de uísque vazia.  O militar conduzia o Corsa Classic prata onde estava Matheus Santos Souza, que não resistiu ao impacto da batida no fundo do Honda Fit branco.

A 6ª Delegacia Territorial de Brotas irá investigar o acidente que deixou  outras três pessoas feridas.

Militar do Exército que provocou acidente com morte é liberado em audiência de custódia - Metro 1