Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Bolsonaro vai tentar colocar amigo da família na PF, mais uma vez 

Em abril deste ano, o Supremo Tribunal Federal (STF) barrou a nomeação de Ramagem para a chefia da PF

[Bolsonaro vai tentar colocar amigo da família na PF, mais uma vez ]
Foto : Tomaz Silva/Agência Brasil

Por Alexandre Galvão no dia 25 de Novembro de 2020 ⋅ 07:30

O presidente Jair Bolsonaro deve tentar, mais uma vez, colocar o amigo da sua família, Alexandre Ramagem, à frente da Polícia Federal, segundo o Estadão. 

De acordo com a publicação, o atual diretor-geral da instituição, Rolando Alexandre, deve ganhar um posto de adido no exterior. Com isso, Bolsonaro vai para a segunda investida de tentar "promover" Ramagem. 

Em abril deste ano, o Supremo Tribunal Federal (STF) barrou a nomeação de Ramagem para a chefia da PF. A decisão do ministro Alexandre de Moraes teve como base principal as afirmações de que Bolsonaro pretendia usar a PF, um órgão de investigação, como produtor de informações para suas tomadas de decisão.

O ministro concedeu liminar (decisão provisória) a uma ação protocolada pelo oposicionista PDT, que alegou "abuso de poder por desvio de finalidade" com a nomeação do delegado para a PF.

A negativa da Suprema Corte abriu um flanco entre o presidente e o Judiciário, que bradou contra a decisão. l. “Foi um gesto político dele (Alexandre de Moraes, ministro do STF). E tudo tem um limite”, disse à época.

Notícias relacionadas