Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

Justiça

Ministro do STF mantém suspensão de Alexandre Ramagem para diretoria-geral da PF

No final de abril, o ministro havia suspendido a nomeação do indicado do presidente Jair Bolsonaro. Na ocasião, a suspensão atendeu a um pedido do PDT, que protocolou um mandado de segurança contra o ato do Poder Executivo. Na decisão, Moraes argumentou que há aparente "desvio de finalidade" na nomeação de Ramagem. 

Ministro do STF mantém suspensão de Alexandre Ramagem para diretoria-geral da PF

Foto: Alexandre Ramagem | Tomaz Silva/Agência Brasil

Por: João Brandão no dia 08 de maio de 2020 às 17:56

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes manteve a suspensão de Alexandre Ramagem para diretoria-geral da Polícia Federal, de acordo com o Canal CNN.

No final de abril, o ministro havia suspendido a nomeação do indicado do presidente Jair Bolsonaro. Na ocasião, a suspensão atendeu a um pedido do PDT, que protocolou um mandado de segurança contra o ato do Poder Executivo. Na decisão, Moraes argumentou que há aparente "desvio de finalidade" na nomeação de Ramagem. 

Ramagem havia sido anunciado para o cargo após a demissão de Maurício Valeixo da PF. Ex-diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), ele tem uma relação de amizade com um dos filhos do presidente, o vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro. Nas redes sociais do parlamentar, há uma foto dos dois no réveillon de 2019.