Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Rodrigo Maia vai se reunir com embaixador chinês para tentar resolver crise no envio de insumos

China deve enviar insumos para produção das vacinas contra o coronavírus

[Rodrigo Maia vai se reunir com embaixador chinês para tentar resolver crise no envio de insumos]
Foto : Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Por Gabriel Amorim no dia 19 de Janeiro de 2021 ⋅ 14:30

Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM -RJ) marcou reunião com embaixador chinês com objetivo de resolver o atraso no envio de insumos utilizados na fabricação de doses da CoronaVac pelo Instituto Butantan. A informação é da coluna de Mônica Bergamo para a Folha de São Paulo.

O componente chamado de IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo) já está pronto para ser enviado ao Brasil mas ainda está pendente uma autorização do governo chinês. O insumo é necessário tanto para a produção da CoronaVac quanto para novas doses o imunizante de Oxford/Astrazeneca, que será produzido pela Fiocruz. As duas foram as vacinas aprovadas pela Anvisa para uso emergencial. O encontro de Maia com o representante chinês está confirmado para acontecer amanhã (20)

Segundo o presidente da Câmara, ações e declarações do governo federal tem atrapalhado as conversas. "O governo brasileiro interditou a relação com a China. Só fazem ataques ao embaixador. Agora está provada a importância do diálogo diplomático. Precisamos ao menos saber o que está acontecendo, qual é a razão de os insumos não chegarem ao Brasil. Sem os insumos da China, não teremos vacina", diz Rodrigo Maia.

Notícias relacionadas